BRAINSTORMING

nosso jeito de pensar o ambiente de negócios
Conheça os tipos de perfil de consumidor!

Conheça os tipos de perfil de consumidor!

26.03.2015.

“Tome decisões com a cabeça e não com o coração!”, diz meu pai.
“Quanto mais dura eu preciso comprar alguma novidade!”, dizia minha mãe!

Sempre achei essa discrepância de postura dos dois o pavio de uma bomba prestes a estourar, mas não era o caso. Foi preciso estudar comportamento do consumidor para entender que, na verdade os dois tinham perfis completamente diferentes um do outro.

Meu pai é um exemplo clássico dos late adopters, ou seja, daqueles caras que só compra algo quando realmente precisa ou quando aquilo com que já está acostumado, não existe mais no mercado.

Minha mãe, ah minha mãe! A família diz, até hoje, que ela era maluca. Na verdade, aprendi com o tempo que na minha família não tem ninguém normal, graças a Deus! Mas isso fica pra terapia.

Minha mãe, com certeza seria uma das pessoas sentadas na fila da foto, dormindo a rua para comprar o iPhone6 e poder dizer que tem a mais última novidade.

Tive em casa a experiência diária sobre os diferentes perfis de consumo. Meu pai um late adopter e minha mãe uma inovadora, ou seja, os dois extremos da distribuição dos consumidores no mesmo ambiente. Perfis que orbitam a esfera do consumo em posições diametralmente opostas, um comprando as novidades para “experimentar e exibir” o outro comprando aquilo que já está estabelecido no mercado e do que não consegue mais fugir.

A imagem abaixo mostra a distribuição do universo consumidor em seus 5 segmentos:

Peril do Consumidor

Basicamente o que a imagem acima mostra é que o mercado de massa, aquele que faz o produto decolar em faturamento, é composto por aproximadamente 68% do público alvo. Mas o que ele mostra também é que esses 68% esperam pelos segmentos anteriores para se envolverem.

Ou seja, os Inovadores (2,5%) do público são aqueles caras que curtem uma novidade e que compram no lançamento do produto por credibilidade na marca ou curiosidade sobre o produto. Eles não se importam com os comentários ou críticas, o que lhes interessa é sua satisfação própria. Podemos até dizer que são egocêntricos nesse sentido.

Quando os inovadores se movimentam e validam um produto, são imediatamente seguidos pelos early adopters (13,5%) que confiam no “meu amigo disse que é demais, vou experimentar também!”.

Quando esses 16% estão conquistados, o produto precisa romper essa barreira e conquistar a faixa inicial do mercado de massa.

Se aplicarmos a distribuição ao setor do Mercado Primário, o próximo público a ser conquistado é o segmento de inovadores dentro desse setor, ou seja, romper a inércia para capturar o mercado de massa.

Perfil do consumidor

Se seguirmos trabalhando o público alvo dessa forma, podemos pensar que a missão de conquistar mercados se dá em passos recursivos de 2,5%.

Como dizem os americanos:

Baby steps!

Author:

Formado em engenharia de computação pela PUC-Rio é um apaixonado pelo mundo digital e um entusiasta do empreendedorismo e da capacidade humana de superar e se adaptar!