BRAINSTORMING

nosso jeito de pensar o ambiente de negócios
Boas Práticas de SEO parte 1 de 3

Boas Práticas de SEO parte 1 de 3

08.07.2015.

Começamos hoje uma série de posts sobre as boas práticas de SEO para um site ou blog. Na verdade, havia escrito um post único mas ficou grande demais e resolvi “pica-lo” em 3 pedaços.

Nessa primeira parte vamos falar do básico:

  • Título da página
  • Head Tags
  • Imagens

Mas não nos esqueçamos nunca que é fundamental prezar pela qualidade do conteúdo. O conteúdo de qualidade é importante para atrair e manter a audiência de um website, mas não é o único fator. O trabalho de S.E.O. é fundamental para que um website seja “descoberto”. Lembre-se do que falamos sobre planejamento digital.

Com o crescimento do trabalho de marketing de conteúdo, o SEO tem ganho cada vez mais destaque nas estratégias de melhoria da posição de um site nas ferramentas de busca online, principalmente por que o Google, por exemplo, atualiza suas regras de indexação frequentemente.

Título da página

Criar títulos para as páginas e posts é uma tarefa árdua, pelas boas práticas de SEO, é fundamental que o título tenha a principal palavra-chave do conteúdo, precisa convencer os usuários a clicar no link gerado por ele, ter menos de 55 caracteres que é o limite de execução no resultado de busca do Google. Cada link gerado por uma página precisa ter a palavra-chave principal.

Você consegue alterar o título gerado automaticamente pela ferramenta de publicação do seu site (wordpress, por exemplo) editando o “permalink”.

Head Tags

O uso de head tags (tag de indicação títulos do HTML) é fundamental para orientar os mecanismos de busca na forma como entender o conteúdo. Os mecanismos entendem e respeitam a regra dos títulos identificando que o conteúdo marcado como Título 1 (H1) é mais importante do que aquele indicado como Título 2 (H2) e assim por diante. Por isso respeite essa regra e entenda que cada página deve ter um e somente um conteúdo Título 1 (H1) e os demais devem ser utilizados para organizar o conteúdo na forma de “blocos”.

Imagens

Com as imagens o trabalho é mais simples, basta nomear os arquivos corretamente. Lembre-se que os mecanismos de busca não leem o que está escrito na imagem, mas sim o nome do arquivo e o texto alternativo (alt) atribuído a ela.

Tenha carinho ao dar nome as imagens publicadas no site, o nome do arquivo pode fazer a diferença, buscas simples e despretensiosas podem levar leads potenciais ao seu site.

Author:

Formado em engenharia de computação pela PUC-Rio é um apaixonado pelo mundo digital e um entusiasta do empreendedorismo e da capacidade humana de superar e se adaptar!